COVID-19 – 1.º guia da DGS para o dia a dia

Primeiro volume do manual da DGS para o dia a dia faz recomendações sobre as atividades mais habituais. Da lavagem da roupa ao ar condicionado, da limpeza das casas às formas de arejar as divisões.

O guia divulgado esta quinta-feira é apenas o primeiro volume de um manual que a DGS preparou com orientações para o dia a dia. Esta primeira parte fala do uso de equipamento de proteção, como máscaras, viseiras e luvas, mas também das medidas de higiene pessoal e das casas — como a desinfeção de maçanetas, o arejamento das divisões, a forma de lavar as roupas ou de tratar o lixo.

Site da DGS

Fonte: Observador

COVID-19 – ANACOM lança guia prático para responder às dúvidas dos consumidores

ANACOM lançau um guia prático para responder às principais dúvidas dos consumidores de comunicações, no atual quadro excecional decorrente da pandemia de COVID-19. O objetivo é ajudar os utilizadores a conhecer os seus direitos, apoiando-os na atual conjuntura.

O guia dá resposta a um vasto conjunto de questões que chegaram ao conhecimento da ANACOM através de reclamações e pedidos de informação feitos nos livros de reclamações ou recebidos diretamente através dos meios de contacto que disponibiliza. Relevam-se a título de exemplo algumas das questões suscitadas:

  • O que posso fazer se não conseguir pagar os meus serviços de comunicações?
  • Posso cancelar o contrato sem penalização?
  • Posso reduzir o meu contrato?
  • O operador pode suspender os meus serviços?
  • Posso manter os serviços pagando mais tarde as minhas dívidas?

Estas e outras perguntas encontram resposta neste guia prático da ANACOM, numa linguagem simples, clara e facilmente entendível, que contribui para um maior esclarecimento dos consumidores, o que os habilita a fazer uma gestão mais adequada do seu contrato e da relação com o seu prestador de serviços.

O Guia do Consumidor está disponível em https://www.anacom-consumidor.pt/ e é apresentado no formato flipbook, o que facilita a sua consulta. Está igualmente disponível para download.

Máscaras Solidárias para Apoio Comunitário

Se gosta de costurar e tem tempo para contribuir para esta causa, contacte a Câmara Municipal de Alcanena
Ajude-nos a ajudar quem precisa!

O uso de máscara de proteção é obrigatório em várias situações, nomeadamente na ida a lojas, nos transportes públicos e nos serviços públicos, entre outros. As máscaras passaram, assim, a fazer parte do nosso dia-a-dia.

Face a esta nova realidade, a Câmara Municipal apela a todos/as os/as que gostam de costurar e dispõem de algum tempo livre, para que se associem ao Município, através da confeção de máscaras solidárias para uso comunitário.

Se gosta de costurar e tem tempo para contribuir para esta causa, contacte-nos!
Ajude-nos a ajudar quem precisa!

Para mais informações, contacte a Câmara Municipal, através da linha Alcanena Apoia – 249 890 026.

Junte-se a Nós!

Fonte: Município de Alcanena

Sistema de senhas virtuais no atendimento dos Serviços Administrativos de Alcanena – @naFila.pt

Utilizar os Serviços Adiministrativos de Alcanena fica agora mais fácil e seguro!

A União de Freguesias de Alcanena e Vila Moreira, em parceria com o @naFila.pt, disponibiliza agora um serviço de senhas virtuais que pode tirar com o seu telemóvel* e que permite aguardar a sua vez em segurança, abrigado e longe das outras pessoas.

Este serviço está a funcionar nos Serviços de Alcanena desde o passado dia 6 de maio e poderá vir a ser implementado nos Serviços de Vila Moreira

* as instruções estarão afixadas junto à entrada!

Regras de Ocupação, Permanência e Higiene do Mercado Municipal de Alcanena

No âmbito da pandemia COVID-19, e na sequência da Resolução do Conselho de Ministros nº 33-A/2020, de 30 de abril, que declara a situação de calamidade em todo o território nacional, tendo em conta o retomar gradual das atividades económicas e laborais, é necessário determinar, manter ou reforçar medidas já implementadas e determinar outras decorrentes da legislação entretanto publicada.

Neste contexto, a Presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira, determinou, através de Edital, a adoção das seguintes regras de ocupação, permanência e higiene no Mercado Municipal de Alcanena:

1. É obrigatório o uso de máscara, pelos vendedores do mercado e lojas, utilizadores dos mesmos e trabalhadores ali em exercício;

2. Deve ser salvaguardado o distanciamento físico/social de 2 metros entre as pessoas, redobrando-se os cuidados com a higienização pessoal e dos espaços de venda e a colocação de dispensadores com solução à base de álcool gel, para utilização dos respetivos clientes;

3. Devem ser cumpridas as regras de ocupação, permanência e distanciamento físico, previstas no artigo 10º do anexo à Resolução do Conselho de Ministros nº 33-A/2020, de 30 de abril, nomeadamente:
– Salvaguardar o distanciamento físico/social de 2 metros entre as pessoas;
– Ocupação máxima de uma pessoa por cada 2 m2 de área (não inclui vendedores nem trabalhadores do Município, em exercício de funções);
– As pessoas só poderão permanecer no espaço do mercado pelo tempo estritamente necessário à aquisição dos bens, devendo efetuar as compras preferencialmente sozinhas;
– Nas lojas do mercado que se encontrem abertas, não são permitidas situações de espera para atendimento no interior dos estabelecimentos;
– Não cumprimentar com abraço, aperto de mão ou beijo;
– Observar as regras definidas ou que venham a ser definidas pela Direção-Geral da Saúde.

4. Devem ser cumpridas as regras de higiene previstas no artigo 11º do anexo à Resolução do Conselho de Ministros nº 33-A/2020, de 30 de abril, nomeadamente:
– A prestação do serviço e o transporte de produtos devem ser efetuados mediante o respeito das necessárias regras de higiene definidas pela Direção-Geral da Saúde;
– Os vendedores devem promover a limpeza e desinfeção diárias e periódicas dos espaços, equipamentos, objetos e superfícies, com as quais haja um contacto intenso;
– Os vendedores devem promover a contenção, tanto quanto possível, pelos clientes, do toque em produtos e equipamentos, bem como em artigos não embalados, os quais devem, preferencialmente, ser manuseados e dispensados pelos vendedores;
– A Câmara Municipal de Alcanena assegura a disponibilização de soluções líquidas de base alcoólica nas entradas e saídas do Mercado, devendo os vendedores assegurar a disponibilização dessas soluções dentro das respetivas lojas e em cada banca ocupada, em localizações adequadas para a desinfeção, de acordo com a organização de cada espaço;
– Cumprir as regras de etiqueta respiratória (tapar a boca e o nariz, sempre que espirrar ou tossir, introduzir imediatamente o respetivo lenço de papel em saco de plástico e fechar o mesmo, colocando-o no lixo logo que possível, lavar e/ou desinfetar as mãos);
– Reforçar a higienização de frutas e legumes crus;
– Cumprir integralmente as diretrizes, orientações e ordens emanadas pelas autoridades competentes, nomeadamente a Direção-Geral da Saúde.

Consulte, em http://cm-alcanena.pt/index.php/pt/noticias/6531-normasmercadomunicipalalcanenacovid19, o respetivo Edital.

Fonte: Município de Alcanena

COVID-19 materiais de apoio e promoção da literacia em saúde psicológica

A Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP) tem acompanhado desde a primeira hora o enorme e complexo desafio que enfrentamos com a COVID-19.

Temos desenvolvido materiais de apoio e promoção da literacia em saúde psicológica, nomeadamente:

dirigidos a decisores:

COVID-19 Comunicação de Risco para a Saúde Pública – informações e estratégias para decisores e mobilizadores sociais , em conjunto com a DGS.

Implementação de estratégias de mitigação COVID-19 para comunidades com transmissão local

dirigidos à população-geral (estando disponíveis documentos, produtos gráficos e vídeos de fácil disseminação):

Famílias em Isolamento durante a Pandemia Kit de Sobrevivência para Pais.

Como lidar com uma situação de  Isolamento se for um cidadão sénior (ou seu familiar) , com vídeo associado, disponível aqui.

Guia de Boas Práticas – Lidar com Isolamento.

É importante combater o Estigma e a Discriminação com vídeo associado, disponível aqui.

COVID-19 Isolamento com Direitos – conter o vírus e a violência doméstica.

A OPP tem desenvolvido também materiais de apoio às organizações, nomeadamente este documento de apoio, e pretende atender a necessidades específicas das PME, encontrando-se a recolher informação, conforme poderão ver aqui.

Comemorações do 106º Aniversário da Fundação do Concelho de Alcanena

Terão lugar, no dia 8 de maio de 2020, sexta-feira, as comemorações oficiais do 106º Aniversário Fundação do Concelho de Alcanena que, este ano, serão assinaladas sem a presença de público, devido à pandemia COVID-19.

O programa terá início às 10:00h, nos Paços do Concelho (Praça 8 de Maio), com o Içar Solene da Bandeira.

Às 10:15h, terá lugar a Homenagem aos Promotores e Fundadores do Concelho, com deposição de uma palma de flores no monumento de homenagem aos mesmos (Praça 8 de Maio), seguindo-se, às 10:30h, a Romagem ao Cemitério para homenagear os Presidentes de Câmara já falecidos.
Às 15:00h, terá lugar o Espetáculo Comemorativo do Aniversário do Concelho «Histórias à Porta», por Filipe Dias, uma iniciativa da Biblioteca Municipal Dr. Carlos Nunes Ferreira, com transmissão em: 

https://pt-pt.facebook.com/bibliotecamunicipal.dealcanena.

A Sessão Solene Pública Comemorativa do 106º Aniversário da Fundação do Concelho terá início às 16:00h, no Cine-Teatro São Pedro e contará com as intervenções da Presidente da Câmara, Fernanda Asseiceira, do Presidente da Assembleia Municipal, Silvestre Pereira, e dos representantes dos partidos/grupos políticos com assento na Assembleia Municipal. A sessão solene contará, ainda, com um momento cultural, com Marta Menezes, ao piano.

No contexto da pandemia COVID-19, as comemorações do 106º Aniversário Fundação do Concelho de Alcanena serão assinaladas sem a presença de público, sendo a sessão solene gravada e transmitida, em direto, pela TV Minde, em https://pt-pt.facebook.com/tvminde.

A Câmara Municipal de Alcanena agradece a compreensão de todos.

Fonte: Município de Alcanena

Proprietários têm até 31 de maio para fazer a limpeza dos terrenos

Os proprietários têm até ao dia 31 de maio para fazer a limpeza dos seus terrenos, no âmbito das medidas de prevenção de incêndios rurais previstas legalmente.
A prorrogação do prazo, de 30 de abril para 31 de maio, foi determinada através do Decreto-Lei n.º 20/2020, que altera as medidas excecionais e temporárias relativas à pandemia da doença Covid-19.
O Decreto-Lei determina ainda que, até 30 de junho, os municípios garantem a realização de todos os trabalhos de gestão de combustível nos termos previstos na lei, devendo substituir-se aos proprietários e outros produtores florestais em incumprimento.
Neste contexto, a Guarda Nacional Republicana vai prosseguir a Operação Floresta Segura 2020, que permitiu já a realização de 3 330 ações de sensibilização, que alcançaram 53 871 pessoas. O plano de monitorização/sensibilização das 1 114 freguesias prioritárias, e de mais 670 freguesias não prioritárias, levou já à identificação de 23 968 situações que carecem de intervenção até ao final do prazo.
Ao longo da Operação Floresta Segura 2020, a GNR tem o registo de oito detidos e 44 identificados pela prática de incêndio florestal, tendo ainda sido elaborados 290 autos de contra-ordenação por infração das regras de queimas e queimadas.
Note-se ainda que, continuando a prevenção e o reforço dos meios de combate a incêndios a ser uma prioridade do Governo, a Comissão Nacional de Proteção Civil aprovou, a 28 de abril, o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais para 2020 e que contará, no nível de maior empenhamento, com 11 825 elementos – mais 3% face ao ano passado.

MEDIDAS DE DESCONFINAMENTO

O Primeiro-Ministro, António Costa, anunciou esta quinta-feira as medidas tomadas e decorrentes do “Estado de Calamidade” e que afetam transportes, escolas, comércio, restauração, cultura, desporto, comportamento social, trabalho, serviços públicos e equipamentos sociais.
Em conferência de imprensa, António Costa salientou que, perante a atual realidade do País, o Presidente da República entendeu – e o Governo apoiou – que não se justificava renovar mais uma vez o estado de emergência”.

Clique abaixo e consulte o plano de desconfinamento e o Comunicado do Conselho de Ministros.
RESUMO PLANO de DESCONFINAMENTO
PLANO DE DESCONFINAMENTO
Comunicado do Conselho de Ministros